A hora da tarefa de casa


Outro dia em um grupo de mães que participo, surgiu a questão das tarefas na Educação Infantil.
Eu sinceramente, não vejo vantagens em enviar atividades para casa para uma criança de 2 a 5 anos que já passou uma tarde inteira na escola. O excesso de atividades pode estressar e a criança ainda não tem maturidade suficiente para dar conta dessa responsabilidade. No começo pode até ser novidade, ser atrativo, mas depois que vira rotina, vai se tornando entediante.

Quando falamos de Educação Infantil, falamos de um ensino pautado nas brincadeiras, com atividades lúdicas e dinâmicas. Em casa, essa brincadeira deve continuar então se forem enviar tarefas, que sejam divertidas e adequadas a faixa etária! Nada de tarefa maçante, cansativa, de cobrir pontilhados ou ficar identificando letras e números.

Na creche onde trabalho, enviamos tarefa a partir do pré II e apenas uma vez por semana, as crianças ficam ansiosas esperando o dia da tarefa chegar. Assim, o momento do "dever de casa" vira uma rotina esperada e desejada, sem pressão e cobranças antes da hora.

Já no Ensino Fundamental, as tarefas costumam ser diárias e devem ser sempre feitas em um horário pré-combinado com a criança. Segue abaixo, algumas dicas para a hora da tarefa:


1.            Escolha um lugar específico para a realização da tarefa, com boa iluminação, sem movimentação de pessoas ou barulho que possa tirar a atenção da criança;
2.            Mostre para a criança qual a postura adequada: sentar-se em cadeira, com a coluna ereta e os pés apoiados (evitar postura de corpo deitado no chão, no sofá ou debruçado sobre a mesa).
4.            Crie um horário fixo para a realização da tarefa se possível, respeitando o “relógio biológico” da criança, ou seja, hora em que está mais disposta mentalmente para poder render mais.
6.            Mantenha organizado o material necessário (lápis, papel, tesoura, cola, revistas etc.) e próximo à criança, evitando perda de tempo e de concentração para encontrá-lo. Sugiro que a criança tenha em casa seu material separado, que não use o mesmo material enviado na mochila, evitando o esquecimento.
7.            Reserve os finais de semana para o lazer de seus filhos com amigos e familiares.

Uma dúvida sempre comum para as famílias é se os pais devem ou não ajudar na hora da tarefa. Eu acredito que estar ao lado do seu filho neste momento é muito importante. Demonstrar interesse pelo que a criança está aprendendo na escola, perguntar sobre a matéria que veio como tarefa, faz com que você participe da vida escolar do seu filho. Bia já está no 5º ano e eu pelo menos uma vez por semana sento junto com ela para saber qual a matéria estão estudando, dou uma folheada nos livros e verifico as atividades feitas. 
O interesse, a participação e a ajuda que possibilita a criança a trabalhar cada vez mais autonomamente, são sempre bem-vindos! Ajudar sim, dar respostas não!




Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Melissa penso exatamente assim como você acho desnecessário
    infelizmente muitas passam e fica cansativo para a criança
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Acho que como treino e nao como obrigação é legal. Penso também que é uma forma dos pais se envolverem e ficarem sabendo como está a evolução do filho na escola.
    beijos
    Lele

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post! Aqui em casa ainda não começamos essa fase da tarefa de casa e acho que para os pequenos é realmente desnecessário. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Aqui em casa ainda não recebemos tarefas de casa, mas adorei as dicasescolher um lugar, pistira, tudo qhe devemos dazer para auxiliar bj

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro fazer a lição de casa junto com o Ben. Ele está no Pré ll, traz lição uma vez por semana e tento usar de todas essas dicas que vc deu. Geralmente fazemos pela manhã do domingo, na mesa da sala de jantar. Pra mim é uma grande oportunidade Tb de conversar com ele sobre a escola, a professora, acompanhar o desenvolvimento dele....

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!!
Deixe sua mensagem, dúvida ou opinião, que ficarei muito feliz em responder!