A escrita do nome


O conhecimento do próprio nome tem duas consequências importantes para os alunos que estão se alfabetizando:

-é uma escrita livre de contexto;

-é uma escrita que informa sobre a ordem não-aleatória dentro do conjunto de letras,isto é,existe uma sequência de letras que fazem sentido,que formam uma palavra.

A escrita do próprio nome representa uma oportunidade privilegiada de reflexão sobre o funcionamento do sistema de escrita,pelas seguintes razões:

-tanto do ponto de vista linguístico como do gráfico,o nome próprio é um modelo estável;

-o nome próprio é um nome que se refere a um único objeto,com o que se elimina,para a criança,a ambiguidade na interpretação;

-o nome próprio tem valor de verdade porque se reporta a uma existência,a um saber compartilhado por ambos(emissor e receptor);

-do ponto de vista da função,fica claro que identificar objetos ou indivíduos com nomes faz parte dos intercâmbios sociais da nossa cultura;

-do ponto de vista da estrutura daquilo que está escrito,a pauta linguística e o referente coincidem.



A escrita de nomes próprios é uma boa situação para trabalhar com modelos de escrita,e isso é conveniente porque esse tipo de modelo oferece informação à criança sobre:

-a forma e o valor sonoro convencional das letras;

-a quantidade de letras necessária para escrever os nomes;

-a realidade convencional da escrita,o que serve de referência para checar as próprias hipóteses;

-a variedade,a posição e a ordem das letras em uma escrita convencional.
(Texto organizado pela professora Rosa maria ANtunes,tendo como referência o conteúdo dos livros Psicopedagogia da linguagem escrita,de Ana teberosky, e além da alfabetização,de Ana Teberosky e Liliana Tolchinsky)

Na minha rotina de trabalho,as atividades com o nome próprio são constantes e diárias. Sempre no início da aula,registramos os nomes das crianças presentes,fazemos a escolha dos ajudantes do dia e registramos num quadro,colocado na parede ao alcance de todos.

Espero que vocês tenham gostado desta dica!!

Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Adorei as informações, nós como mães ensinamos e ajudamos eles aprenderem a escrever o nome, mais não sabemos de tudo que vem junto

    Bjs Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Quanta informação interessante! Meu filho Benjamin sabe escrever o nome e já reconhece , acho lindo ver como isso é importante pra ele, como fica feliz com isso. Ontem veio um papel que era para as pessoas da casa escreverem o nome em letra de forma. O pai escreveu, eu escrevi o meu e o da irmã do Ben. To curiosa pra saber a atividade. :)

    ResponderExcluir
  3. Ótimas dicas!! A escrita do nome tem todo um contesto por detrás! E atividades que incentivam esses descobrimentos são fundamentais!

    ResponderExcluir
  4. Muito legal, sempre uma aula ler as tuas dicas :)
    bjs,
    Alê

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante o post. Eu faço sempre atividade com massa de modelar para escrita do nome. Valeu!

    ResponderExcluir
  6. Informações super importantes.....adorei o post

    ResponderExcluir
  7. Ótimo post amiga! A Dri já sabe escrever o nomezinho dela, fica toda feliz!
    Bjos

    http://www.maternizando.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!!
Deixe sua mensagem, dúvida ou opinião, que ficarei muito feliz em responder!