#FICASAMANTHA

 
 
Uma história chamou a minha atenção neste final de ano, um apelo de uma família para que uma criança de apenas 6 anos não fosse separada de sua mãe!! Acompanhei a fanpage #FICAAMANTHA por uns dias e resolvi me envolver e entender o que estava acontecendo!
A história é a seguinte:
 
"Um casal de brasileiros vai morar nos EUA e tem uma filha por la. Casal - Flavia Harpaz e Mauricio Levy Sadicoff. Quando a criança tinha menos de um ano, os pais se separam/divórcio de forma conflituosa.
Desesperada, a mãe ganha na justiça americana o direito de vir ao Brasil por 16 dias. Vem com a filha para o Brasil e decide recomeçar a vida por aqui.
Cria, então, a menina ao lado dos próprios pais e também dos avós paternos, todos moradores do Rio de Janeiro. A criança convive e interage com ambas as famílias, no Brasil (convívio esse que contem vídeos e fotos, todos postados na página do Facebook).
mãe tenta, em vão, vários acordos com o pai. 
Inúmeros emails foram enviados pela mãe convidando e pedindo ao pai que viesse ver a filha, no Rio de Janeiro.
Ele nunca quis viajar ao Brasil para ver a menina em CINCO anos! 
Mas entrou com uma ação na corte de Haia em 2010, alegando o sequestro de uma estadunidense (ainda que seja filha de brasileiros, o fato de ter nascido lá faz de Samantha uma Norte-Americana.) 
O processo, iniciado pelo pai, acabou parando no STJ e a mãe PERDEU ha 1 mês atrás.

Resultado: uma brasileirinha de seis anos, que nunca viu o pai  será DEPORTADA aos Estados Unidos. 
E para piorar, a mãe - que foi acusada de sequestrar a filha americana - está proibida de voltar ao país ou vai presa por ordem do pai da criança.
Na prática, ela vai literalmente perder a filha, sem chance sequer de visitá-la. "



 
 
Não tive como não sofrer ao imaginar o dilema desta mãe e o sofrimento da Samantha!!
Quem sou para julgar, só quem está passando por isso sabe quais atitudes tomar. Se ela foi errada ou não, a criança não pode ser punida por isso!! Só quem está vivendo uma situação dessa sabe o que fazer...E nós, mães, corremos o mundo se for preciso, para que nada de ruim aconteça com nossos filhos! 
Imagine passar o resto da vida longe da mãe com quem conviveu por 6 anos, longe dos avós e ir parar num país estranho, com uma pessoa estranha!! A criança, nesta idade, já entende tudo, como explicar que ela terá que se separar da mãe? Como explicar que ela irá morar com um estranho?
Não consigo entender!!! Mãe é mãe...ninguém substitui a sua presença!! 
 

A justiça deve rever essa sentença na qual a criança será a maior prejudicada!! Ela deve ser ouvida, a sua vontade deve prevalecer!!
 
 

Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. Imagino o sofrimento da mãe, desse ser uma dor fora de sério...
    Mas logo no começo da história, existe uma lacuna. A mãe tinha o direito de vir ao Brasil por 16 dias e não voltou mais para os Estados Unidos.
    Como vc mesma comentou, houve uma separação entre o casal e a mãe veio passear no Brasil com a filha... Se ela não voltou mais aos Estados Unidos, a lei entende que foi sequestro, principalmente se tratando de um pai que ficou no pais sem a filha e estava separado ou em separação com a esposa.... Essa história é complicada, porque entendo que a mãe se sentiu mais segura no pais de origem, junto a família dela, porém o pai também tem direitos e isso deveria ter sido conversado e acertado lá nos Estados Unidos, antes da mãe e da filha vir ao Brasil....
    Aqui no Brasil as leis são diferentes de outros países... La fora, a coisa acontece de verdade... Não dá para brincar com a lei, em outros países....
    Fico imensamente sentida pela dor dessa mãe, nunca gostaria de estar na pele dela e entendo a atitude dela, porque uma mãe faz qualquer coisa por um filho... Mas se tratando de leis, direitos e leis que vigoram de verdade em outros países, o assunto é mais embaixo, e não tem moleza, não... Espero do fundo do meu coração, que essa história tenha um desenrolar positivo, que essa mãe consiga ver e ter a filha de volta, mesmo que para isso, a vontade da filha seja considerada pela lei, enfim, espero que tudo termine bem, porque querendo ou não, o pai também tem direitos aos filhos.... História muito complicada, mas que a verdade aparece, seja esclarecida e ambos para cuidar e amar essa criança.
    Bjs
    Ju

    ResponderExcluir
  2. Vamos nos unir e ajudar, para que a Samantha não seja tirada da família. Não culpo a mãe dela por não querer voltar aos EUA, somente quem já conviveu com uma pessoa violenta sabe o que é isso!!!

    ResponderExcluir
  3. Muito complicada essa situação, imagino como essa mãe deve estar vivendo uma situação muito difícil, temos que apoiar mesmo! bjo

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela iniciativa
    estive lendo sobre
    que triste essa história
    e o sofrimento dessa mãe
    mais creio que tudo vai dar
    certo
    Lindo Dia
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus... não tem como não se comover!!
    Como mãe nos colocamos no lugar uma das outras...
    E com certeza ficar com a Mãe é o melhor pra ela... #ficasamantha!
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Tenho acompanhado a movimentação e o caso, principalmente pelo IG que foi criado em prol à causa!

    http://meus-sonhos-meus-pesadelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Tbm abracei a causa e estou divulgando. Espero que tudo se resolva muito rápido!
    bjcas
    www.estou-crescendo.com

    ResponderExcluir
  8. É um tema muito complicado. Na verdade nunca saberemos o que de fato aconteceu!!! Meus votos que tudo termine bem. Principalmente para a criança!!!

    ResponderExcluir
  9. Complicado né... Apoio a campanha!

    bjs,

    ResponderExcluir
  10. Um absurdo isso... Apoio a campanha!

    bjs,

    ResponderExcluir
  11. OI Melissa, eu imagino o que essa mãe está sofrendo. Essa questão de lei de países diferentes é muito complicada mesmo. E imagino o que essa criança vai sentir também. Muito legal a sua divulgação.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Melissa, vi a história dela em outro blog e como eu já disse. Vamos compartilhar para a Samantha ficar.
    Imagino como o coração da mãe está nesse momento
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!!
Deixe sua mensagem, dúvida ou opinião, que ficarei muito feliz em responder!