Mordidas: o que fazer?

Uma das grandes preocupações dos pais no Berçário diz respeito às mordidas, tanto em relação a quem foi mordido, como quem morde!
Nessa idade, os conflitos e as disputas são intensas, afinal os bebês estão na fase do egocentrismo e acham que o mundo gira ao seu redor, tudo " É meu!".
É normal e acontece em todos os berçários, gosto de ser clara ao falar sobre o desenvolvimento infantil e explicar um pouco sobre essa fase. Isso não quer dizer que toda criança será mordida um dia, ou irá morder alguém, mas isso acontece.
Imagem: http://colegiomarcodes.com.br/

Quando esse comportamento se torna uma rotina, temos que ficar atentas e tentar descobrir quais os motivos determinam essa atitude, como:
  • Criança ainda não fala e reage através da mordida? 
  • Os adultos costumam brincar de dar mordidinhas na criança?
  •  Ela está se sentindo ameaçada? 
  • Ou apenas ela quer chamar a atenção? 
Essas mordidas acontecem em questão de segundos, por mais que as educadoras fiquem atentas, nossos pequenos são rápidos  demais!
Sei o quanto é dolorido ter um filho mordido, a minha na primeira semana de creche levou três mordidas...me lembro que a terceira fez um estrago grande, chorei quando vi!
A escola tem obrigação de informar quando as mordidas acontecem, conheço algumas que preferem mentir (com medo da família brigar) a relatar o que realmente aconteceu. Não vejo necessidade nenhuma de inventarem desculpas, é uma fase, acontece na escola e acontece na frente da mãe quando duas ou mais crianças estão brincando juntas.
É importante informar a família de quem foi mordido e também de quem mordeu, para que a mãe fique ciente do que está acontecendo.
Outro dia, li em alguma página que eu curto, uma mãe contando que seu filho foi mordido e ela recebeu um bilhete de desculpas muito bonitinho por parte da mãe da criança que mordeu. Achei que foi tão gentil, a mãe demonstrou estar muito sentida com o que aconteceu e quis fazer um agrado.
Saibam que as educadoras também ficam muito chateadas quando uma mordida acontece e todas são orientadas para ficarem atentas e evitarem que isso aconteça.
As mães devem ficar preocupadas quando:
- Você percebe as mordidas e elas não estão relatadas na agenda;
- São várias mordidas em um mesmo lugar (demonstra que a criança ficou por alguns minutos sem a supervisão do adulto).
Converse sempre com a professora e seja uma parceira da escola!
No texto "Que mordida é essa?" um relato de uma mãe que teve o filho mordido!! Leia e se emocione!



Comentários
21 Comentários

21 comentários:

  1. As mordidas são um problema sério quando não tem a ação certa dos adultos. Minha irmã passou por um sério problema quando era pequena. A mesma menina a mordia todos os dias no colégio, sem falta e minha irmã nunca revidava. Ficava toda marcada. Depois de muitas dentadas a menina foi convidada a se retirar do colégio. Mas em minha mente, isso também é culpa dos pais. Conversar com a criança, por mais que "ela não intenda" é muito bom.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Tema muito importante, em época de escola é bem complicada a situação, adorei as dicas
    Beijos.
    Adri

    ResponderExcluir
  3. Nossa isso é um problema, eu quando criança era quem mordia as outras crianças, minha mãe passou apertada comigo!
    Abraços!
    www.pipocasemaquarela.com

    ResponderExcluir
  4. Eu tinha muito medo do meu filho morde alguém ou ser mordido na escolinha, mas graças a Deus nunca aconteceu. Bjss

    ResponderExcluir
  5. Nossa esse é um assunto delicado. Como mãe tenho medo do Biel ser mordido e dele morder afinal sem o quanto é doloroso para as duas partes. Gostei muito das dicas, obrigada!
    www.20minutospratudo.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Minha filha não vai para a creche, então não me preocupo com mordidas externas... A um tempo atrás minha baby me mordeu 2 vezes, aí percebi que meu marido brincava de morder com ela, eu expliquei pra ela que não podia morder e tal, e marido parou de brincar de morder... nunca mais me mordeu.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Essa fase é muuuuuuito dificil mesmo. Mae sofre viu. Eu sofri muito e gracas a Deus parou. theo nunca mordeu um amiguinho porque eu sempre estive de olho, mas e' dificil memso.

    bjos
    Mari
    Clube da fraldinha
    www.clubedafraldinha.com

    ResponderExcluir
  8. Nunca fui chamada atenção por mordidas do pequeno, mas ele já foi mordido apenas uma vez na escola. Assunto que todas as mamães ficam tristes quando acontecem, mas aqui levei numa boa quando aconteceu, expliquei ao Lucas e depois conversei com a professora, mas nem quis saber que foi o menino, para não ficar paranoica quando ele se aproximasse rs

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Realmente as mordidas é uma fase que toda criança passa, e nenhum pai gosta de ver seu filhote mordido, por aqui Heitor ja foi mordido, mas tb ja mordeu.

    Abraços,
    Gleysa
    www.demamaeursa.com

    ResponderExcluir
  10. realmente nesse caso temos que
    manter a parceria com a escola
    nos uni para ajudarmos os pequenos
    a solucionar essa fase

    Boa Noite
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  11. Ai menina essa fase é complicada tanto para criança que morde quanto para a que leva a mordida.
    bjcas
    www.estou-crescendo.com

    ResponderExcluir
  12. É meu pavor quando minha pequena for pra escola e voltar mordida :(
    Adorei o post bem informativo, ai não quero passar por isso, que dó. :(

    Beijos
    Geri Ferreira
    www.encantodemeninablog.com

    ResponderExcluir
  13. Adorei o post Mel.
    Eu acredito no seu trabalho, e percebo seu bom senso e honestidade com seu trabalho... Mas tem de tudo, mães que exageram e também professoras que omitem o ocorrido ou mentem... E isso acaba fazendo com que a gente fique insegura com relação até outras coisas e acontecimentos...
    A mordidas acontecem mesmo, mas o que tenho visto é salas super lotadas, com 1 professora, muitas crianças juntas, e isso acaba acontecendo mesmo...
    Mas eu adorei seu post, suas dicas, e é isso que vc falou, a gente precisa se preocupar se acontecer com frequência, e se não tiver nenhum bilhete sobre o ocorrido... De resto, é conversar em casa, orientar, etc...
    Bjs
    Ju
    http://www.maesemfronteiras.com.br/

    ResponderExcluir
  14. A Lara já deu umas mordidas em mim e no papai. Estamos conversando com ela, para que quando entre na escola não morda e também não seja mordida. Cabe aos pais educar e aos professores orientar

    http://meus-sonhos-meus-pesadelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Semana passada o Arthur foi mordido e aranhado na escolinha.
    Como era sexta feira e só vimos na hora do banho, na segunda fomos falar com as tias.
    A escola foi muito compreensiva com a nossa situação e pediu desculpas pelo fato de que não veio nada na agenda.
    Enfim isso acontece, apesar de ser tão dolorido para gente.
    Bjinhos.
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  16. Quando Heitor era bebê ele mordia, mas graças a Deus acabou! Na escola as familias tem que terem paciência e dialogo.

    ResponderExcluir
  17. Olha essa fase de mordidas é tensa... aqui Joseph nunca foi de morder, mas já chegou da creche mordido... dá uma dó... mas sempre foi anotado na agenda e me avisado ao buscá-lo
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Bernardo está nessa fase de mordida, adora me morder,e vejo que ele faz só pra chamar atenção. Estou pretendendo colocar ele no próximo ano na creche e morro de medo dele morder outras crianças.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Aqui o Isaac foi mordido uma vez, por uma criança que tem problemas e não encherga. Em momentos de agito, ele pega a primeira criança que estiver perto, e deu azar do Isaac passar naquela hora. Deu uma dó. Mas entendi. Acontece. Conversei com a professora e com o Isaac. Bjs
    Vivi e Isaac

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    O diálogo com a escola é o mais importante nestes casos. A escola precisa ficar atenta a esses casos e na minha opinião se repetirem com frequencia e a escola não tomou nenhuma atitude, o ideal é trocar de escola.


    Bjs, Pri
    Mãe Sem Frescura
    www.maesemfrescura.net

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!!
Deixe sua mensagem, dúvida ou opinião, que ficarei muito feliz em responder!